Destaques Dioceses Notícias

Diocese de São Carlos une apelo do Papa com Campanha da Fraternidade 2022

Aconteceu nesta sexta-feira, 25, o Ato de Consagração da Humanidade ao Imaculado Coração de Maria, afirmou o Papa Francisco ao convidar os bispos para estarem em unidade com ele: este momento “quer ser um gesto da Igreja universal, que neste momento dramático leva a Deus, através da Mãe d’Ele e nossa, o grito de dor de quantos sofrem e imploram o fim da violência, e confia o futuro da humanidade à Rainha da Paz.”

No Brasil, as Arquidioceses e Dioceses tem se organizaram das mais diversas formas para atender a este apelo do Papa Francisco para que os fiéis do mundo inteiro estivessem unidos em uma única prece: o desejo da paz. Atualmente a Igreja do Brasil vivencia com intensidade a Campanha da Fraternidade 2022 que tem como tema “Fraternidade e Educação”. Neste contexto nasceu uma iniciativa no interior do Estado de São Paulo, na Diocese de São Carlos.

Com o propósito de colaborar com a Educação, Dom Luiz Carlos Dias, Bispo da Diocese de São Carlos, encontrou no desejo de Francisco uma oportunidade relevante para propor que as escolas católicas, públicas, municipais, juntamente com projetos sociais pudessem estar unidas com a Igreja para bradarem um grito pela paz.  Desta forma, 46 escolas em 07 municípios receberam a proposta de reservarem uma aula para abordarem o tema da guerra na Ucrânia, bem como, realizarem um ato de solta de balões. No município de São Carlos uma das maiores e mais antiga escola concentrou os alunos na escadaria central para expressarem o desejo de paz no mundo, através de balões brancos.

Na Catedral de São Carlos Borromeu centenas de alunos, crianças e adolescentes dos projetos sociais e colégios católicos estiveram presentes para o ato de Consagração pedido pelo Papa, unidos aos fiéis e pessoas de boa vontade que ali se encontravam ao término da celebração mais de mil balões foram soltos para expressar nosso desejo pela Paz.

“Realizamos um Ato pela paz neste dia de hoje em nossa Diocese. Nele unimos o religioso, através do ato de consagração da humanidade, e a sociedade civil, através da discussão dos reflexos da guerra e da violência nas realidades de tensão, tema este abordado nas escolas estaduais de parte de nossa Diocese. É a expressão de uma Igreja em saída que tem uma palavra forte a dar ao mundo de hoje”, enfatizou Dom Luiz Carlos.

Os fiéis presentes puderem participar de um terço solene e da Santa Missa de Consagração da Rússia e da Ucrânia ao Imaculada Coração de Maria, presidida por Dom Luiz Carlos.

 

Fonte: Diocese  de São Carlos

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.